Nome completo

Birgit Fischer-Schmidt

Nacionalidade

ALE

Nascimento

25/2/1962

Local

Brandemburgo no Havel

Altura

1,72m

Ouro

8

Prata

4

Bronze

0

Total

12

Participações

Moscou 1980

Seul 1988

Barcelona 1992

Atlanta 1996

Sydney 2000

Atenas 2004

Outras conquistas

28 medalhas de ouro em campeonatos mundiais

Durante duas décadas, a canoagem velocidade teve apenas um nome: Birgit Fischer. A atleta começou a carreira defendendo a Alemanha Oriental e encerrou competindo pela Alemanha unificada e conquistou medalhas em todos os Jogos que disputou, de Moscou 1980 a Atenas 2004, o que fez dela a mais premiada da modalidade, contando homens e mulheres. A longeva carreira faz com que detenha um recorde curioso: é a mais jovem e mais velha campeã olímpica de seu esporte.

O vigor físico da alemã era impressionante, principalmente em um esporte que exige demais do corpo. Sua despedida, em Atenas 2004, dá a dimensão de como era forte: depois de Sydney 2000, Birgit parou de competir por três anos, período em que teve filho. Se preparou para ir à Grécia apenas por um ano e nos Jogos foi protagonista de uma espetacular vitória no K4-500 (prova de 500 metros em caiaque para quatro atletas). A Alemanha venceu a fortíssima equipe húngara por apenas 0s2. Encerrada a prova, Birgit foi a única que teve força para erguer o remo para celebrar a vitória.

Birgit Fischer acena depois de vitória no K2 500 em Sydney 2000, sua quinta e penúltima olimpíada

Xinhua

Birgit Fischer acena depois de vitória no K2 500 em Sydney 2000, sua quinta e penúltima olimpíada

Dona de uma dúzia de medalhas olímpicas, Birgit teve um desempenho ainda mais assombroso em Campeonatos Mundiais: subiu no pódio um total de 37 vezes, 27 delas para colocar o ouro no peito. Nos Jogos, disputou 13 provas e só não foi medalhista uma vez, no K1-500 em Atlanta 1996 – terminou em quarto lugar. Sua marca só não é mais impressionante porque foi impedida de competir em Los Angeles 1984 por causa do boicote do bloco comunista aos Jogos disputados na cidade norte-americana.

Depois de aposentada, Birgit passou a se dedicar de forma mais intensa a duas paixões: natureza e fotografia. É uma ativista pela preservação dos rios, principalmente dos que passam pela região de Brandemburgo no Havel, cidade onde nasceu, no nordeste da Alemanha. É embaixadora da Nabu (Sociedade Alemã pela Conservação da Natureza). “O esporte me proporcionou um olhar especial para a natureza. E me sinto devedora de tudo que recebi dela”, diz a ex-atleta.

search-sample