Nome completo

Frederick Carlton Lewis

Nacionalidade

EUA

Nascimento

1/7/1961

Local

Birmingham

Altura

1,88m

Ouro

9

Prata

1

Bronze

0

Total

10

Participações

Los Angeles 1984

Seul 1988

Barcelona 1992

Atlanta 1996

Histórico olímpico

100 m rasos: ouro em 1984 e 1988; 200 m rasos: ouro em 1984, prata em 1988; revezamento 4 x 100 m rasos: ouro em 1984 e 1992; salto em distância: ouro em 1984, 1988, 1992 e 1996

Outras conquistas

Tricampeão mundial dos 100 m rasos

Explicar a importância de Carl Lewis é tarefa simples. Difícil é escolher por onde começar. O americano é, ao lado de Jesse Owens, o único atleta a conquistar quatro medalhas de ouro olímpicas no atletismo em uma mesma edição dos Jogos (Los Angeles 1984). É tetracampeão do salto em distância, prova em que nenhum outro homem ou mulher conseguiu defender um título olímpico e marca conquistada apenas por Al Oerter e seus quatro ouros no lançamento de disco, de Melbourne 1956 a Cidade do México 1968.

Mas é provável que nenhuma das façanhas de Carl Lewis seja mais conhecida que seu bicampeonato olímpico dos 100 m rasos, principalmente a segunda das duas medalhas de ouro. Em Seul 1988, o americano herdou o título da prova mais nobre do atletismo depois do escândalo envolvendo o canadense Ben Johnson, que conquistou a medalha de ouro correndo dopado. Lewis foi o primeiro bicampeão olímpico da prova, marca igualada 24 anos depois pelo jamaicano Usain Bolt.

Carl Lewis disputando salto em distância em 1984

Arquivo/COI

Los Angeles 1984: Carl Lewis corre para o primeiro de seus quatro ouros no salto em distância

Embora seja considerado por muitos especialistas como o melhor saltador em distância de todos os tempos, Lewis curiosamente jamais conseguiu ter o recorde mundial da prova, diferentemente do que aconteceu com os 100 m rasos e com os revezamentos 4 x 100 m e 4 x 200 m rasos. No Mundial de 1991, em Tóquio, ficou com a medalha de prata e viu o compatriota Mike Powell saltar 8,95 m e tomar o recorde que pertencia ao também americano Bob Beamon desde os Jogos Olímpicos da Cidade do México 1968.

Lewis explica sua longa trajetória de sucesso por uma decisão tomada quando já era campeão olímpico: tornar-se vegetariano. O americano ainda comia carne quando conquistou os quatro ouros olímpicos em Los Angeles 1984, mas considera que seus melhores anos como atleta foram depois da mudança de dieta. No Mundial de 1991, venceu os 100 m rasos e quebrou o recorde mundial da prova quando já tinha 30 anos. “Foi a melhor corrida da minha vida”, diz (veja o vídeo abaixo).

search-sample