Nome completo

Gregory Efthimios Louganis

Nacionalidade

EUA

Nascimento

29/1/1960

Local

San Diego

Altura

1,75m

Ouro

4

Prata

1

Bronze

0

Total

5

Participações

Montreal 1976

Los Angeles 1984

Seul 1988

Histórico olímpico

1976 [prata] [plataforma 10 m] 1984 [ouro] [plataforma 10 m] [trampolim 3 m] 1988 [ouro] [plataforma 10 m] [trampolim 3 m]

Outras conquistas

5 títulos mundiais

Greg Louganis não é o maior medalhista olímpico de sua modalidade, mas o domínio e a técnica que encantaram o mundo nos anos 1980, mais que seus quatro ouros e uma prata nos Jogos, fazem dele o maior saltador de todos os tempos.

O americano estreou nos Jogos em Montreal 1976, quando era um adolescente de 16 anos e conseguiu a medalha de prata na plataforma 10 metros. A partir dali, disputaria mais quatro provas olímpicas e venceria todas. A espera, porém, seria maior que o período de quatro anos: o boicote liderado pelos Estados Unidos tiraram a chance de Louganis de ir aos Jogos de Moscou 1980. Em Los Angeles 1984 e Seul 1988, porém, venceu as duas provas masculinas: trampolim 3 m e plataforma 10 m.

Greg Louganis no trampolim

Arquivo/COI

Greg Louganis no trampolim 3 m em Seul 1988, uma de suas quatro medalhas de ouro olímpicas

O que tornava Louganis um atleta diferente era a combinação de sua incrível capacidade atlética com anos de treino de dança clássica, o que dava a seus saltos graça e leveza até então inéditas na modalidade. “A cada salto eu procurava ser melhor do que havia sido no anterior”, diz o americano, que no Mundial de 1982 tornou-se o primeiro atleta a obter nota 10 de todos os jurados em um salto.

Em 1995, já fora das competições, Louganis anunciou que era portador do vírus HIV. À época, a informação trouxe de volta um episódio famoso de sua carreira: em Seul 1988, quando já tinha o vírus, bateu a cabeça no trampolim e saiu sangrando da piscina. Numa época de menos informação sobre o assunto, o anúncio causou alarde. E foi mais um episódio difícil para um homem que não escondeu sua homossexualidade e já contou em mais de uma oportunidade ter sofrido preconceito e bullying.

search-sample