Nome completo

Larissa Semenivna Latynina

Nacionalidade

URSS

País de origem

UCR

Nascimento

27/12/1934

Local

Kherson

Altura

1,61m

Ouro

9

Prata

5

Bronze

4

Total

18

Participações

Melbourne 1956

Roma 1960

Tóquio 1964

Outras conquistas

10 medalhas de ouro em Mundiais

Listar os grandes feitos da ginasta Larissa Latynina não é tarefa fácil. Ela é a mulher com maior número de medalhas olímpicas e única a conquistar nove ouros. Até ser superada pelo nadador americano Michael Phelps em Londres 2012, suas 18 medalhas eram o recorde entre homens e mulheres. E das 19 provas que disputou em três edições dos Jogos – individuais e por equipe –, só não subiu no pódio uma vez: foi quarta colocada na trave em Melbourne 1956.

Larissa competia pela União Soviética, já que a Ucrânia, onde nasceu, era uma das repúblicas que formavam a superpotência, extinta em 1991. Ainda na infância, sua família lutou contra a pobreza e a fome durante o regime do ditador Josef Stalin (1878-1953), situação que se agravou quando seu pai foi morto em 1943, durante a Segunda Guerra. O esporte era uma das poucas formas de ascensão social à época, e os ganhos que a mãe de Larissa recebia por dois empregos iam em boa parte para o estudo de balé e ginástica.

Larissa Latynina compete no solo em Tóquio 1964

Arquivo/COI

Tóquio 1964: Larissa Latynina conquista o tricampeonato olímpico no solo, feito que jamais foi igualado

Extremamente competitiva e talentosa, Larissa foi levada para Kiev, capital da Ucrânia, para se aprimorar e em Melbourne 1956, aos 21 anos, conquistou suas seis primeiras medalhas olímpicas, quatro de ouro. Em 1958, conseguiu cinco ouros no Campeonato Mundial disputado em Moscou. E competiu sem dizer a ninguém que estava grávida de quatro meses.

Embora sempre tenha sido competitiva, não se chateou quando Phelps superou sua marca de 18 medalhas. Em 2012, os dois chegaram a estrelar juntos uma campanha publicitária para a marca de luxo Louis Vuitton e Larissa pediu ao COI (Comitê Olímpico Internacional) para entregar ao nadador no pódio sua 19ª medalha, pedido que foi recusado.

Larissa e o nadador americano Michael Phelps em campanha publicitária em 2012

Divulgação/Louis Vuitton

Larissa Latynina e o nadador americano Michael Phelps em uma campanha publicitária em 2012

A grande rixa de Larissa foi com Nadia Comaneci, conhecida por ter sido a primeira a conquistar uma nota 10 em Jogos Olímpicos, em Montreal 1976. A romena venceu o prêmio de melhor ginasta do século 20, para contrariedade de Larissa. “Comaneci tinha um bom trabalho de relações públicas. Eu fiquei surpresa e nervosa com aquela decisão. Ela teve apenas cinco medalhas de ouro”, reclamou.

search-sample