O golfe é um dos mais antigos esportes com bola. Os primeiros registros são encontrados entre os romanos, em 100 a. C., com um jogo chamado paganica, no qual os participantes usavam um bastão torto em uma pequena bola de couro e cheia de penas. Um outro jogo similar, chamado chuiwan, surgiu na China entre 960 e 1279. Era disputado com dez tacos, numa área retangular. Pouco depois apareceu uma modalidade chamada kolf, praticada na Holanda. O primeiro relato dela data de 26 de fevereiro de 1297.

A paternidade do golfe moderno, contudo, é reivindicada pelos escoceses. Em 6 de março de 1457, o rei  da Escócia James II publicou um decreto proibindo a prática do golfe e do futebol, que estariam prejudicando o treinamento de arco e flecha de seus soldados, atrapalhando a atenção deles para os conflitos contra a Inglaterra. Esse é o primeiro documento de que se tem notícia retratando o golfe com formato muito próximo do atual.

Estudantes recebem lições de golfe em Brisbane, Austrália, em 1936

The State Library of New South Wales

Grupo de estudantes recebe lições de golfe em Brisbane, cidade na costa leste da Austrália, em 1936

Curiosamente, a proibição acabou caindo graças ao neto de James II. Fanático por artes e ciências, James IV era um ávido consumidor de literatura, além de profundo conhecedor de línguas (falava latim, francês, alemão, flamengo, italiano, espanhol e algumas línguas nativas da Escócia.

Mas James IV não se preocupava apenas com o seu lado intelectual. Em 1498, ao tomar contato com o golfe, proibido por seu avô, logo apaixonou-se pela modalidade, a ponto de não dar bola para a lei em vigor e encomendar a compra de um jogo de tacos, fabricado por um artesão especializado em arcos. Pagou por isso 13 shillings.

Até que em 1502 o monarca resolveu derrubar o antigo decreto de James II, com a assinatura do Tratado de Glasgow entre Escócia e Inglaterra. O ato serviu de estímulo para que a paixão do golfe se espalhasse de vez pela Escócia e em seguida por toda a Grã-Bretanha.

Alexandre Rocha, golfe do Brasil

Brasil 2016

Golfista brasileiro Alexandre Rocha, em ação no evento-teste do golfe para os Jogos Olímpicos Rio 2016

O primeiro torneio internacional de golfe de que se tem notícia foi promovido em 1680 pelo duque de York (depois nomeado rei James II, da Inglaterra, Escócia e Irlanda, entre 1685-1688), ao ser desafiado por dois nobres ingleses em Leith, na Escócia. O duque de York fez parceria com o sapateiro John Patterson, que ganhou dinheiro suficiente para construir uma casa em Edimburgo.

As primeiras regras oficiais do esporte, escritas em 1754 pela Society of St. Andrews Golfers, de Edimburgo, formada por 22 nobres, para um torneio local, permaneceram praticamente as mesmas por mais de dois séculos e meio. Da Grã-Bretanha, o golfe foi levado para todo o mundo, junto com a expansão do Império Britânico, a partir dos anos 1800, chegando a todas as colônias, além de outros países da Europa e até na Ásia. Atualmente, estima-se entre 50 e 60 milhões de praticantes do golfe em todo o mundo.

A evolução do golfe foi tanta que o esporte foi um dos primeiros a adotar o regime do profissionalismo. Em 1901, nasceu a PGA (Professional Golfers’ Association), criada na Grã-Bretanha. Em 1916, foi a vez do nascimento de outra entidade profissional, desta vez nos Estados Unidos, o PGA of America, que teve a disputa do US PGA Championship disputado naquele ano pela primeira vez.

Troféus de Saint Louis 1904

Reprodução

Além de medalhas, os golfistas que disputaram a terceira edição dos Jogos Olímpicos, em St. Louis 1904, também ganhavam troféus em algumas das disputas.

As mulheres demoraram a ter sua própria associação. Foi somente em 1950 que foi fundada a Ladies’ Professional Golfers’ Association (LPGA), mas a primeira competição patrocinada pela entidade ocorreu cinco anos depois. No mesmo ano de 1955 nasceu, por influência de 35 organizações nacionais amadores, a World Amateur Golf Council (Conselho Mundial de Golfe Amador), que em 2003 mudou seu nome para IGF (Federação Internacional de Golfe).

O golfe no Brasil

O golfe chegou ao Brasil no fim do século 19, trazido por engenheiros e técnicos ingleses que vieram ao país construir as primeiras ferrovias. Eles fundaram o primeiro clube do Brasil, o São Paulo Golf Club, em 1901, ao lado da Estação da Luz. O campo foi transferido anos depois para o Morro dos Ingleses, na região da avenida Paulista, antes de ter sua sede definitiva em Santo Amaro.

Muitos campos de golfe construídos por ingleses e americanos perto de portos movimentados, como Santos e Salvador, desapareceram, mas logo o esporte se espalhou por todo o Brasil, também com grande ajuda da colônia japonesa. Hoje existem mais de 120 campos de golfe no Brasil – 40 deles em São Paulo – e mais de 25 mil jogadores.

História Olímpica

O golfe ficou fora do programa olímpico por 112 anos. Depois de St. Louis 1904, quando apenas norte-americanos e canadenses disputaram medalhas, o esporte deixou de ser disputado por causa de um desentendimento entre as federações da Grã-Bretanha e dos EUA, as principais do golfe mundial.

Miriam Nagl

Brasil Rio 2016

A brasileira Miriam Nagl testa o campo olímpico de golfe de Marapendi, durante o evento-teste

O golfe teve seu retorno aos Jogos confirmado em 2009, quando os integrantes da Assembleia do COI decidiram pela reintegração do esporte ao programa olímpico, com 63 votos a favor, 27 contra e duas abstenções.

Nos Jogos do Rio 2016, pelo menos 30 nações terão representantes nas competições masculina e feminina. O torneio será disputado em um circuito de 72 buracos, no formato stroke play, em que o golfista que terminar com menos tacadas leva a medalha de ouro. Em caso de empate, seja na disputa das medalhas de ouro, prata ou bronze, um playoff de três buracos determinará o vencedor.

Margareth Abbott

Reprodução

Na estreia olímpica do golfe, nos Jogos de Paris 1900 (a primeira edição com a presença das mulheres), a norte-americana Margareth Abbott conquistou a medalha de ouro. Com 23 anos e atleta do Chicago Golf Club, ela cumpriu os nove buracos do percurso em 47 tacadas. Margareth conheceu o esporte quando estudava artes na França, tendo aulas com os artistas Edgar Degas e Auguste Rodin.

Fonte: COI (Comitê Olímpico Internacional), COB (Comitê Olímpico do Brasil), Rio 2016, PGA (Associação dos Golfistas Profissionais) e CBG (Confederação Brasileira de Golfe).

Bikpek

search-sample